O grande elemento diferenciador das Termas é as características das suas águas.
Uma água mineral natural, vulgarmente designada por água termal, tem propriedades terapêuticas com efeitos favoráveis à saúde devido às particularidades da sua composição físico-química.

Este tipo de água é bacteriologicamente pura, circula a grande profundidade e a sua composição química é estável. A pureza bacteriológica é garantida através do controle analítico nas diferentes captações, toda a circulação é feita em tubagem de aço inox com soldaduras lisas de forma a evitar o alojamento de impureza e toda a água consumida pelos aquistas obdece a um rigoroso programa de analises coordenado pela Direcção Geral de Saúde. Assim garantimos a pureza das águas minerais naturais de Caldelas em todos os pontos de distribuição.

A riqueza da composição química da água termal deve-se á sua circulação no subsolo a grande profundidade e a uma velocidade muito lenta, normalmente na ordem dos escassos metros por ano. A água vai reagindo com o meio e vai absorvendo elementos das rochas, verificando-se uma evolução na sua composição físico-química. São estes elementos que conferem propriedades terapêuticas às aguas minerais naturais e que estão na base da actividade termal.

As virtualidades das águas de Caldelas, já utilizadas pelos Romanos, foram analisadas por Charles Lepierre em 1921, o qual as considerou como “tipo único e inconfundível entre todas as águas medicinais”.

A nossa água é captada em várias nascentes naturais e em dois furos, com temperaturas que oscilam entre os 22ºC e os 33ºC.
A água mineral natural das Termas de Caldelas é Hipossalina, fluretada, com reacção alcalina e macia. Apresenta um PH de 8,05 e uma mineralização de 134,5 mg/l.

A água como matéria prima da actividade termal necessita de inúmeros cuidados para assegurar a sua permanente qualidade.

Encontre-nos no Facebook
© 2014 Termas de Caldelas.
Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: Vectweb